domingo, abril 06, 2008

3 Meses. MaMã.

No mais fundo de ti
Eu sei que te traí, mãe.

Tudo porque já não sou
O menino adormecido
No fundo dos teus olhos.

Tudo porque ignoras
Que há leitos onde o frio não se demora
E noites rumorosas de águas matinais.

Por isso, às vezes, as palavras que te digo
São duras, mãe,
E o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas
Que apertava junto ao coração
No retrato da moldura.

Se soubesses como ainda amo as rosas,
Talvez não enchesses as horas de pesadelos.

Mas tu esqueceste muita coisa;
Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
Que todo o meu corpo cresceu,
E até o meu coração
Ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me? -
Às vezes ainda sou o menino
Que adormeceu nos teus olhos;

Ainda aperto contra o coração
Rosas tão brancas
Como as que tens na moldura;

Ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
No meio do laranjal...

Mas - tu sabes - a noite é enorme,
E todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
Dei às aves os meus olhos a beber.

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves.
(Eugénio de Andrade)

14 comentários:

Olá!! disse...

Podia dizer no post de baixo que gosto de tu, mas quero dizer neste que amo tu
Beijossssssssssss

Cpt Jack Sparrow disse...

Olá minha queridissima amiga. Sei bem a dor que estas a passar. Dá cá novamente a mão, porque de facto temos andado de mãos dadas em relação aos nossos papás nos ùltimos anos.
Um beijo enorme para ti, para o papá e para toda a familia, na certeza que o meu papá e q tua mamã estão lá em cima com um imenso sorriso a olhar para nós.

Carracinha Linda! disse...

Minha linda,

As saudades apertam, não é?

Neste momento, o único conforto que te posso dar é que a tua Mãe está lá em cima, a olhar por ti!

Beijo grande!

deep disse...

Não podias ter escolhido poema mais belo...

Um beijo grande para ti.

as velas ardem ate ao fim disse...

E as lagrimas caem me sem parar...

bjo apertado

Lídia disse...

... a saudade gela-nos o coração. Poema lindíssimo. Bj

Belzebu disse...

Só o grande Eugénio de Andrade seria capaz de nos proporcionar momentos como este! Considero este poema um dos mais belos da poesia portuguesa!

Aquele abraço infernal!

pirate disse...

É sempre um prazer passar por aqui!

Utopia disse...

Eugénio de Andrade é um dos meus preferidos Poetas!!

Filoxera disse...

Belo poema do Eugénio de Andrade, muito bem ilustrado por esta foto.

Olá!! disse...

Mana, miminho mais lindo que fiz para ti... passa lá em casa.
Beijossssssss muitossssssssssss

Sorrisos em Alta disse...

Eu cá também sou de ir com as aves. Mais propriamente com galinhas

Flor disse...

Cinco estrelas o poema de Eugénio de Andrade... a mamã gostou, gostou sim... e com o maravilhoso som do violino... embalaste-lhe a alma... sim sim.... a mamã gostou tanto deste post e ela sorriu para ti... sorriu e disse.... também te amo filha... amarmo-nos-emos SEMPRE! Porque o amor.. o amor não tem fim.... o amor é a essência de tudo....

Mana, como passaram depressa estes 3 meses não foi? Mas o que são três meses? apenas um momento para quem tem a eternidade em si....


Deixo-te o meu colinho....senta-te no meu colinho amigo, querida... e sorri, sorri para a mamã... porque ela sorri para ti mana!

Flor

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,